O DESASTRADO parecer técnico sobre Jejum

Como já disse alguém: a Nutrição é uma zona livre de evidências! Como já disse outro alguém… “dica de nutrição: fuja do nutricionista”. Mesmo conhecendo MUITO nutricionista bom e MUITO médico bom trabalhando nessa área, sigo afirmando: fuja! O melhor da Nutrição ou está FORA dela ou está em profissionais que têm que NEGAR o que aprenderam (é o caso desses MUITO BONS profissionais que conheço que aplicam o OPOSTO do que é a ortodoxia). Bisonho.
 
Fomos brindados com um parecer técnico de mais uma dessa entidades. Pouca gente dá importância ao que diz a Asbran, a Associação Brasileira de Nutrição. Você não está perdendo nada não sabendo quem são. Mas acaba sendo útil porque se eles pouco agregam, ao menos podemos ver como pensam, como enxergam sua especialidade.
 
Resolveram dessa vez falar com algo do qual, mesmo se intitulando especialistas, demonstram não ter o MENOR conhecimento, no caso, Jejum Intermitente.
 
Há tantas colocações ilógicas que me pergunto como fazer com que todos dessem seu aval para assinar. Deve ter havido tortura! Alô você da diretoria da Asbran, faça um gesto com a cabeça se estiver sob ameaça!
 
Dizer que “os protocolos sugeridos de jejum podem favorecer comportamentos de compulsão alimentar” é mais ou menos como dizer que pedir que um fumante deixe de fumar causa distúrbio. Bom, não vai ter jeito… vamos ter que deixá-lo fumar!
 
O texto é por si só ASSUSTADOR! A entidade associa obesidade ao sedentarismo… imagine quando descobrirem que foi apenas na década de 70 que Jane Fonda fez sucesso com a onda fitness e que a Maratona de NY é da mesma época! Dão a entender ainda que uma abordagem de restrição calórica é a abordagem padrão. SIM! O homem chegará em Marte e AINDA dirão que é o déficit calórico a causa primária do sobrepeso/obesidade!
 
Como disse, o texto é ASSUSTADOR! Há toda uma junta de profissionais INCAPAZES de não só entender, mas como seguidamente NEGAM a realidade! A entidade afirma não haver “subsídios científicos suficientes para que não seja seguido um padrão alimentar baseado em alimentação diária, com refeições fracionadas em 5 ou 6 porções ao longo do dia”. COMO É QUE É?!? Eles AINDA estão nessa ideia de comer de 3 em 3 horas?!?
 
Não é que os defensores do jejum que têm que dizer que ele é melhor. Ele SEMPRE existiu (pela falta de oferta alimentar) e SEMPRE foi praticado. É a ASBRAN que tem que explicar que 5-6 refeições ao dia é que o ideal, que é melhor, que não é inferior! E foi JUSTAMENTE quando essa prática passou a ser adotada, quando os EUA passaram de 3 para 5 refeições ao dia, que a obesidade EXPLODIU naquele país!
 
Quando a entidade fala em “amostra reduzida” e “segurança dessa prática em seres humanos” eu falo duas coisas:
 
1. O jejum é praticado com segurança por BILHÕES de pessoas por MILHARES de anos.
 
2. O tempo é a variável mais robusta de análise de segurança.
 
A Asbran, que tem meio século de história, está dando seu parecer de que algumas das obras e práticas mais longevas da humanidade estão equivocadas e são perigosas. Que certo estão eles. Que precisamos é perguntar (e pagar $$$, lógico) a eles o que fazer.
 
Como eu disse, ninguém liga para o que a Asbran diz, mas muitos de lá são professores universitários e irão replicar essas sandices aos alunos. O talento da Nutrição em fazer TUDO errado tem passado glorioso, e futuro promissor.
 
FUJA!
 
p.s.: Se a turma da Asbran tivesse lido os textos de Jason Fung (público e em português), Nassim Taleb (Antifrágil) e o paper ESPETACULAR de Mark Baker (fasting) não estariam na internet passando essa vergonha!
Anúncios

4 ideias sobre “O DESASTRADO parecer técnico sobre Jejum

  1. Pingback: Leituras para o Carnaval | Blog Recorrido

  2. Luiz

    Nunca vi tanta baboseira, pessoas como vc deveria se expôr… Pros órgãos governamentais tomar as medidas cabíveis e facilitar as punições de pessoas como vc kkk

    Curtir

    Resposta
  3. LUCAS VINÍCIUS ALVES LIMA

    Vish alguém esqueceu de avisar meus pacientes que auxilio salvando diariamente em uma UTI que os nutricionistas são todos burros e que a vida deles estão correndo grave perigo comigo lá! Faz o seguinte me envie seu contato ou dos charlatões que você segue para eles atenderem eles, que tal aplicar jejum intermitente em TNE? A não mais pacientes grave gravíssimos, paliativos e em cuidados intensivos não dá audiência né? Afinal, qualquer cagadas que vocês fazem diariamente, eles não sobrevivem e morrem rapidamente e fica estampado a ineficácia da “pseudociência” suas, além de não poder fazer videozinho e postar no YouTube, ou Instagram e/ou no blog escondendo a cara.

    Curtir

    Resposta

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s