Você gosta muito de chocolate? Ou: o mito do chocolate saudável.

Nos últimos anos proliferaram as recomendações de profissionais da Saúde dizendo “coma chocolate”. Para mim é como ver surgir uma recomendação “beba refrigerante” vindo da mesma categoria profissional. Você não tem nenhuma dificuldade em encontrar sugestão do tipo: “coma chocolate 70% (ou mais)”. Mas… Vamos ver sua composição de macronutrientes?

Uma barra de 100g de 85% tem cerca de 5-8g de açúcar (*net carb). Uma de 70% por volta de 20-25g. Um 50-60% quase 40g. Já vemos aqui que estamos falando de magnitudes bem discrepantes. Ou então você tem que assumir que adoçar uma xícara de café com um sachê é o mesmo que usar 5 ou 9.

Colocar na mesma gaveta um chocolate 85% que tem uma barra INTEIRA o que há de açúcar em 4 quadrados de um chocolate 70% para mim soa como sinal de falta de intimidade do profissional (Médico ou Nutricionista) com números ou com letras. Mas… E como compramos essa ideia de que é saudável comer chocolate?

Pois bem, em 1982 a fabricante Mars (dona das marcas como M&M’s, Snickers e Twix) fundou o Mars Center for Cocoa Heath Science para liderar pesquisas no assunto. Pois a Vox analisou 100 estudos e encontrou que em 98% deles os resultados são favoráveis ao alimento. É muito bom para ser verdade. ESSE é o ponto! Digamos que é bom DEMAIS para ser verdade, para se acreditar. O trabalho foi de um sincronismo que o acaso parece não explicar. A Mars Symbioscience, criada apenas em 2005, divulgou via assessoria de imprensa 140 estudos à imprensa enquanto a Nestlé e Hershey´s, por exemplo, também têm suas linhas de pesquisa, patrocínio e propaganda.

A jogada e as consequências foram geniais. Em 10 anos (2007-2017) a venda de chocolate nos EUA aumentou U$5 BILHÕES (ou inacreditáveis 1/3). Boa parte disso com endosso de nutricionistas, médicos e com propaganda gratuita da mídia que têm eles como consultores.

Mas aqui UM porém: “apesar do esforço da indústria até o momento, o chocolate ainda não demonstrou ter benefícios para a saúde a longo prazo”. Isso pouco importa para quem vende, que vive propagandeando benefícios não-existentes, tampouco para quem consome, que tem seu racional para comer um doce como quem faz um bem à própria saúde como se comesse aspargos ou couve-flor. Como o ser humano gosta de endosso, ele faz essa molecagem apoiada por gente de avental que alega que chocolate amargo faria bem como um legume qualquer. É improvável que faça.

Cada um conta a si a mentira na qual quer acreditar. E um artifício é usar o que dizem as pessoas de jaleco, que como nos mostra o histórico, tem taxa de erro muito maior que de acerto. Basicamente, se você quer comer muito chocolate, o consuma sabendo que ele é o que é, um doce, uma sobremesa. Existem os menos piores (85%) e os piores (de 70% para baixo, sem meio termo).

Para fechar, reforço: “apesar do esforço da indústria até o momento, o chocolate ainda não demonstrou ter benefícios para a saúde a longo prazo”. Não existe chocolate saudável. Ponto final.

*O que digo aos meus clientes…. se você NÃO tem problema de peso, pode comer o quanto quiser do 85%. O quanto quiser. Se tem, quanto menos, melhor.

Anúncios

2 ideias sobre “Você gosta muito de chocolate? Ou: o mito do chocolate saudável.

  1. Pingback: Leituras de 4a Feira | Blog Recorrido

  2. Pingback: De Chocolate, Achocolatado e pós-treino. | Blog Recorrido

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s