3 textos, 1 sintoma

Em menos de 24 horas recebi 3 textos que são sintomáticos. No primeiro ficamos sabendo que um macaco morbidamente obeso será tratado por “especialistas” com aumento de atividade física. Os gênios devem achar que o macaco está assim porque anda muito de carro e fica sentado à frente do computador, não porque consome alimentos processados, grãos e muito açúcar, alimentos estranhos à história da espécie. A presidente da ABESO inclusive acha que ele come é muito sal. Ou é ignorância ou má-fé dessa gente.

O texto seguinte era do Drauzio Varella na Folha de São Paulo, que apesar de ele não entender a razão pela qual engordarmos, o médico sabe que é uma falácia completa a ideia do exercício como eficiente emagrecedor. Não estamos ficando cada vez mais gordos porque nos movimentaríamos de menos, mas porque estamos como NUNCA consumindo alimentos errados (processados, açúcares, óleos vegetais, sucos, refrigerantes…).

Você pode colocar o texto de Varella na entrada da faculdades e consultórios, ele ainda assim passaria despercebido. As pessoas não verão aquilo que elas não querem enxergar, seja por ignorância ou por conveniência interessante ($$) mesmo. Duvida?

Em O Globo um texto fala sobre a capacidade do exercício em combater a obesidade. A presidente da Regional RJ da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia faz aquilo que se espera dela e da entidade que representa. Como se eles não tivessem um polegar opositor que os diferenciaria do macaco obeso, ela e seus colegas da SBEM quando estão dentro de um buraco, em vez de parar e pensar no que há de errado em suas ideias que NUNCA, JAMAIS funcionaram, acham que o melhor mesmo a fazer é continuar cavando. Eles são capazes de morrer cavados em sua própria incompetência e inegável ignorância no tema.

O modelo de tratamento da obesidade da ABESO e da SBEM. É melhor do que assumir que nunca souberam tratar adequadamente.

Para essa gente, não basta você coletar e mostrar dados de estudos que existem às DEZENAS mostrando que o exercício como emagrecedor é de uma limitação decepcionante. Eles não querem enxergar. A doutora e seus amigos não são pesquisadores, são torcedores, são fanáticos como extremistas religiosos que já decidiram a causa e a solução. Como o remédio deles NÃO funciona, eles tentam explicar o inexplicável. Como o tratamento é ineficiente, eles problematizam: “Nem sempre um exercício que é bom para seu vizinho é bom para você”.

O exercício é um dos melhores remédios jamais criados, mas NÃO serve para emagrecer. Como eles não conseguem acreditar nisso, eles acham que a dose é o problema. A culpa é sempre de outro, nunca da ignorância e incapacidade deles.

Não tente convencer alguém de uma ideia quando seu ganha-pão ($$) vem justamente da sua não compreensão…

Anúncios

2 ideias sobre “3 textos, 1 sintoma

  1. Pingback: Leituras de 5a Feira | Blog Recorrido

  2. Pedro Augusto Santos Almeida

    Bom dia Danilo, me chamo Pedro Almeida e sou profissional de Educação Física e professor universitário da disciplina Atividade Física para Grupos Especiais. Recentemente tive contato com seus textos e estou lendo o seu livro. Gostaria de parabenizá-lo pelo seu trabalho e pela forma como você tem tratado o tema Emagrecimento de uma forma muito crítica e científica, não tratando esse assunto como uma religião cheia de dogmas. Um forte abraço e espero em breve poder conhece-lo pessoalmente para conversarmos melhor sobre esse assunto.

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s