O MITO DA MODERAÇÃO – ou o quanto vale a sua tolerância?

Um princípio fundamental é que o conhecimento é subtrativo, ou seja, com pesquisas, por estudos e descobertas vamos aprendendo aquilo que NÃO funciona, aquilo que NÃO é verdade. A Nutrição está longe de ser uma ciência quando vista pelas suas práticas ao determinar as diretrizes porque, sem pesquisar, suas recomendações vão sendo feitas sem muito suporte. Dessa maneira, a Nutrição deveria ser muito mais sobre o que NÃO devemos comer do que aquilo que deveríamos comer.

ncs_modified20130820100557maxw640imageversiondefaultar-303049938Se você recorrer a associações ou entidades irá encontrar em seus portais facilmente a orientação que um pouco de açúcar ou doce não faz mal. Isso é assim mesmo entre instituições ou grupos que orientam diabéticos, indivíduos que são intolerantes à glicose. Isso equivale, de certa forma, como a dizer ao alcoólatra que ele pode beber um pouco, que “ele é um indivíduo como outro qualquer”, tal qual essas associações dizem da relação entre diabéticos e doces. Ou então é como dizer que tudo bem comer camarão se você tem muita alergia, desde que tome remédios depois. Não faz muito sentido.

QUANDO TUDO É PERMITIDO, NADA É PROIBIDO

Porém, os mesmos veículos que dizem que podemos comer “um pouco de doce”, dizem que não podemos comer nada de gordura trans, ou ainda, que devemos comer ovos e gordura animal (saturada) com moderação. A trans já sabemos não ser essencial e ser nociva. Ovos e gordura saturada sabemos ser essenciais e não-nocivos. O discurso esquizofrênico deles, porém, persiste.

Veja bem: não conseguimos mostrar que estes fazem mal, mas já decidimos que há um limite máximo (superior) de consumo. Do açúcar sabemos ser nocivo e não-essencial, mas dizemos que pode ser consumido todos os dias “com moderação”.

Alonguemos a situação ao cigarro. Um estudo recente veio mostrar os problemas de saúde que o consumo de apenas UM cigarro ao dia causaria, antecipando a morte dos indivíduos. Pois nos próximos dias será a estreia de um dos livros mais aguardados na Nutrição: The Case Against Sugar de Gary Taubes, o pai do low-carb moderno. Taubes é mais do que pertinente, ele é necessário até em seus erros. O maior deles? Talvez tenha sido uma janela em sua teoria em sua principal obra, Good Calories, Bad Calories, explicando a crise de obesidade em função dos carboidratos, limitando-se à insulina, não incluindo a Resistência à Insulina. Não importa, ainda sem ler seu novo livro e conhecendo suas ideias dá para anteciparmos o veredito sobre o açúcar: ele é nocivo, não importa a quantidade, se açúcar branco, mascavo ou xarope de milho. Mais do que nocivo, ele é tão perigoso que mesmo o consumo de baixas quantidades traria consequências à saúde.

sugar-toxicAs mesmas instituições (SBD, Asbran, CFN…) são cautelosas na certeza que acharão algum dia provas contra ovos e gordura saturada, porém são tolerantes com o açúcar, quando já temos evidências sólidas de suas consequências. Não pode fumar, mas doce diariamente pode.

Quando alguém diz que podemos e devemos comer um pouco de tudo, essa pessoa é inútil. Quem não se posiciona, não diz nada. Quem molda o discurso, quer apenas agradar, quer apenas demarcar território, não quer dizer a verdade. Obviamente não é só uma questão de tomar partido, mas de entender do assunto. Se essa mesma pessoa não diria que fumar um cigarro vez ou outra faz bem, por que dizer que doce de vez em quando faz?

No mundo atual, na nossa realidade, obviamente que não comer nunca doce ou açúcar é uma meta social praticamente impossível, mas isso por sua vez NÃO transforma o doce em um componente indiferente da dieta. Se esses órgãos não conseguem entender isso (ou têm motivo$ para fazerem isso), eles são inúteis, já que bom senso podemos esperar de um adulto.

2013-07-10_sugar

Aumento do consumo per capita de açúcar de 1700 a 2013…

Anúncios

2 ideias sobre “O MITO DA MODERAÇÃO – ou o quanto vale a sua tolerância?

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s